Tributos

Fator R – O que você precisa saber?

linha branca separando divs
facebook buton share
whatsapp buton share

Muitos empresários desconhecem esse cálculo e não prestam atenção a esse detalhe, que pode influenciar diretamente no montante de imposto que será pago. Todos os meses as empresas do Simples Nacional (exceto os MEI) precisam informar à Receita Federal dados sobre a sua movimentação financeira, e ainda fazer o recolhimento de tributos sobre o seu faturamento. É justamente esse cálculo do recolhimento dos tributos que recebe o nome de fator R.

Ou seja...Fator R é o nome dado ao cálculo realizado mensalmente para saber se uma empresa será tributada no anexo III ou V do Simples Nacional.

Mas...todas as atividades estão sujeitas ao fator R? A resposta é não. Algumas atividades, que vou mostrar daqui a pouco, passaram a ser tributadas a partir de 2018 com alíquotas que podem ser bem diferentes!

Para entender melhor:

Se a sua atividade é sujeita ao fator R, e a sua despesa com folha de pagamento (INSS, salário, pró-labore etc.) está abaixo de 28% da sua receita bruta total nos últimos 12 meses, automaticamente será tributado pelo Anexo V, com uma alíquota inicial de 15,5%.

No mesmo cenário, se a sua empresa tiver as mesmas despesas com folha de pagamento iguais ou superiores a 28% do seu faturamento bruto total nos últimos 12 meses, terá sua tributação no Anexo III, com alíquota inicial de 6%.

Atenção: São consideradas despesas, neste caso, os gastos com folha de pagamento, INSS, pró-labore etc.

Percebeu a importância de planejar seus impostos pelo fator R?

Gostou das orientações? Nós podemos te ajudar a economizar e ter mais lucro!

Confira as atividades sujeitas ao fator R no Simples Nacional:

  • Fisioterapia;
  • Medicina, inclusive laboratorial;
  • Enfermagem;
  • Odontologia e prótese dentária;
  • Psicologia, psicanálise, terapia ocupacional;
  • Acupuntura;
  • Podologia;
  • Fonoaudiologia;
  • Serviços de prótese em geral;
  • Clínicas de nutrição, de vacinação e bancos de leite;
  • Laboratórios de análises clínicas ou de patologia clínica;
  • Serviços de tomografia, diagnósticos médicos por imagem;
  • Registros gráficos e métodos óticos, bem como ressonância magnética;
  • Medicina veterinária;
  • Academias de dança, de capoeira, de ioga e de artes marciais;
  • Academias de atividades físicas, desportivas, de natação e escolas de esportes;
  • Arquitetura e urbanismo;
  • Administração e locação de imóveis de terceiros;
  • Representação comercial e demais atividades de intermediação de negócios e serviços de terceiros;
  • Perícia, leilão e avaliação;
  • Auditoria, economia, consultoria, gestão, organização, controle e administração;
  • Engenharia, medição, cartografia, topografia, geologia, geodésia, testes, suporte e análises técnicas e tecnológicas, pesquisa, design, desenho e agronomia;
  • Elaboração de programas de computadores, inclusive jogos eletrônicos, licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computação;
  • Planejamento, confecção, manutenção e atualização de páginas eletrônicas;
  • Empresas montadoras de estandes para feiras;
  • Serviços de comissária, de tradução e de interpretação;
  • Serviços de despachantes;
  • Jornalismo e publicidade;
  • Agenciamento;
  • Outros serviços decorrentes do exercício de atividade intelectual, de natureza técnica, desportiva, científica, artística ou cultural, desde que não estejam sujeitas à tributação na forma dos Anexos III ou IV da Lei Complementar 123/2006.

Gostou das orientações? Quer saber mais sobre como organizar a sua empresa e melhorar os seus resultados?

Conte com a Santa nessa jornada, além da contabilidade podemos te ajudar na gestão do seu negócio!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E
GANHE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

A contabilidade mudou bastante nos últimos anos, indo muito além de resolver burocracias típicas de um negócio, e se tornando uma poderosa ferramenta de gestão.

Escrito por

Flávia Souza, contadora e professora

A contabilidade mudou bastante nos últimos anos, indo muito além de resolver burocracias típicas de um negócio, e se tornando uma poderosa ferramenta de gestão.

Curtiu? Compartilhe

whatsapp buton share
facebook buton share

Gostou? Deixe seu comentário

POSTS RELACIONADOS

Fator R – O que você precisa saber?